terça-feira, 13 de outubro de 2015

Expresso Sushi em Criciúma e... Aaaaaahhhh... fim de semana prolongado... valeeeeeuuu!!!

Olá amigos!!! E um bom dia/boa tarde/boa noite/bom feriadão debaixo de chuva... hehehe

Agradecendo ao pessoal da casa que sempre acolhem à todos como se fossem o último cliente da face da terra... Obrigado amigos!!!


De última hora, à pedido do meu amigo "encamado" Júnior Zaccaron (https://www.facebook.com/edson.zaccaron?fref=ts ... ligou pra mim aos 25 minutos do segundo tempo pra cobrir uma apresentação pra ele hehehe... e eu fui, é claro) acabei fazendo o som da noite no Expresso Sushi em Criciúma (https://www.facebook.com/Expressosushijapones?fref=ts) nesta segunda-feira (12/10). Muito legal à noite, casa cheia, alguns conhecidos apareceram, o som agradou muita gente... e sushi à vontade no fim da noite (UHUUUULLL). Desde já agradeço a oportunidade e as apostas em que a galera vem fazendo à minha pessoa!!!

video
Mais um vídeo do meu amigo Júnior Zaccaron tocando na Choupanna Happy Hour em Criciúma (https://www.facebook.com/choppana.happyhour.7?fref=ts) ... da qui à pouco vou ter que fazer um blog só pra ele hehehe... Valeu de de novo!!!

E agora sim...

Assim como a maioria dos criciumenses e região (e até mais longe eu acho), passei por uma semanada de chuvas e mais chuvas (e com poucos shows... pra não dizer nenhum hehehe... imaginem o "interessante" fim de semana esticado que eu tive). E é nesses dias em que eu aproveito pra me dedicar mais aos meus estudos (sim, eu estudo quase todo os dias, desde campo harmônico e modos gregos até improviso com diatônica e pentatônica... e dependendo do dia, em um ou mais instrumentos diferentes), aos meus vídeos (além de colocar a câmera na minha frente e sair cantando, também procuro sempre experimentar recursos novos pra melhorar o formato, tanto na qualidade do áudio quanto à do vídeo) e também escrever (que inclui a parte dos textos do blog e também até as minhas composições que, em breve, vou estar colocando alguma coisa autoral por aqui). Bom, foi aí um resumo do meu fim de semana.

E é claro que, com a possibilidade de você NÃO precisar acordar cedo no outro dia (somado com a bela ajuda aquática do cara lá de cima) a manhã do dia seguinte é como uma daquelas postagens do Facebook com uma foto de Jesus Cristo pedindo pra você curtir se você acredita: a maioria diz que acredita... e a maioria passa batido (me perdoem a péssima comparação, mas, como vocês podem perceber, também estou sendo vítima desse fim de semana onde os dias começam à partir das 12:00 horas... ou seja, tô meio lento hoje).

Não é fácil você conseguir manter a sua rotina TODO O SANTO DIA à ponto de adquirir uma precisão robótica sobre ela (pra quem já conseguiu esse feito, parabéns, a SKYNET agradece... e esse saquinho de balas de goma do meu lado tá começando a fazer efeito). Eu particularmente, não consigo (só pela minha maneira de escrever, parecendo duas pessoas disputando um único microfone em um show de talentos hehehe, já dá pra se ter uma ideia). Mas não dá pra viver na bagunça o tempo todo). 

A alternativa em que eu tomei foi de incorporar certos padrões aos poucos e começando a organização com as coisas em que eu gosto de fazer (música, é claro). Parte do meu tempo livre (cerca de 25% dele... todos os dias) eu estou em um dia estudando escalas no violão, no outro pesquisando músicas novas para o meu repertório, no dia seguinte estudando improviso, no próximo pesquisando sobre a cena musical local... e por aí vai (não vou colocar toda a minha grade semanal aqui... isso seria muito chato). No tempo restante, atividades do meu trabalho oficial, digamos assim, (pesquisar exercícios, métodos de aula, noticiário... coisas que envolvem o meu trabalho em turno integral), um tempo livre pra outras práticas (leitura, visitas aos amigos... lazer em geral) e descanso (o mais importante de todos).

E esse foi um breve discurso de um cara que está tentando incorporar um certo padrão diário nos turbulentos dias de hoje. O fato é que a geração que está vindo hoje, além de estar desacostumada à pesquisar, exercitar, pôr em prática pra ter algum retorno sólido lá na frente (ou seja, tão querendo tudo de mão beijada e pra ontem... salvo às exceções é claro), não conseguem lidar psicologicamente com o fracasso. É claro que isso é reflexo de um MOOOOOOONTE DE COISAS... mas não cabe a mim comentar sobre isso aqui... não hoje.

E fica aí o meu breve recado ao pessoal que vêm acompanhando o que eu tenho à dizer (sinceramente, não sei como vocês estão me aturando hahahaha). Da minha parte, só tenho à agradecer de coração pela atenção de vocês. Quanto ao pessoal que foge da rotina, acho que, se for tentar mudar tudo de uma única vez, com certeza vai ser um processo mega doloroso. Então, repetindo a dica do post, comece organizando pelas coisas em que você gosta e o resto vai ficar menos difícil... e quanto à questão de força de vontade, não tem uma fórmula pra ela (talvez algo mais próximo disso é, quando pensar em desistir... pare de pensar hehehe). 

E, pra não perder o costume, mais um vídeo!!!



E fica aí mais um post!!! Valeu!!!

GERÔNIMOOOOO!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário